O Sindicato dos Policiais Federais da Bahia (SINDIPOL-BA) e a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) participaram neste sábado (26) do Programa do Trabalhador, da Rádio Metrópole FM 101,3.

O presidente do SINDIPOL-BA, José Mário Lima, criticou o relatório da comissão especial do novo Código de Processo Penal (CPP), feito pelo deputado federal João Campos (PRB-GO). O texto aponta pontos polêmicos como o dispositivo que atribui ao Ministério Público participação na investigação criminal apenas quando houver risco de ineficácia da elucidação dos fatos pela polícia, em razão de abuso do poder econômico ou político.

Já o Agente Federal Anderson Muniz comentou sobre a violência no Brasil e a corrupção no país. Para ele, os dois problemas andam juntos.

O presidente da Fenapef, Luís Boudens, falou sobre a importância da criação da Frente de Agentes da Polícia Federal, um grupo que deve disputar as eleições de 2018 para representar a Polícia Federal.

 

Confira a entrevista, Clique aqui